Atividades Remotas no CEDESP VP

Jovens e adultos do curso de MRC levaram para casa apostilas e CPU’S para melhor aprendizado à distância

No mês de março, com o objetivo em proporcionar um melhor aprendizado prático para os usuários do curso de Montador e Recuperador de Computadores MRC – Centro de Desenvolvimento Social e Produtivo CEDESP, Unidade Vila Paulistana, Gerson Rocha, Educador do curso profissionalizante entregou apostilas e CPU’S para os que até (15.03) estiveram presenciais e para os que já estavam em atividades remotas.

“Devido à realidade da pandemia de Coronavírus, que limita a quantidade de usuários com o objetivo de distanciamento social, as atividades à distância chegaram aos cursos do IDB. Para proporcionar um melhor aprendizado, o ensino remoto é uma realidade que todos precisam se adaptar, já que se apresentou de forma tão urgente na atualidade. Os jovens e adultos do ensino totalmente à distância, assim como os que estiveram alguns dias presenciais (até 15.03), receberam uma apostila e uma CPU, para então, com as orientações do Educador, colocar em prática os ensinamentos do Curso de Montagem e Recuperação de Computadores.

Para driblar a ausência de recursos tecnológicos e mesmo assim não impedir o aprendizado mais concreto na prática, o IDB compartilhou com os usuários Gabinetes de Computadores. As CPUs são materiais já utilizados no curso e provém de doações que recebemos da iniciativa privada, que somadas aos recursos financeiros públicos municipais para a produção das apostilas, garantirão um melhor aprendizado para todos!”, detalhou Pérola Brito, Gerente CEDESP VP.

“A formação à distância envolve diferentes elementos do ensino presencial, justamente por causa deste distanciamento local, mas nem por isso, deve deixar de ser eficiente e eficaz. Mesmo assim, o jovem deve aproveitar este momento mesmo à distância, para aprofundar os conhecimentos teóricos e utilizar os recursos práticos que têm em mãos naquela ocasião. Este é o perfil desejado do novo profissional para o mercado de trabalho moderno: quem busca, quem pesquisa, quem aproveita positivamente a dificuldade para aprender e crescer. No ensino atual, o aluno não deve ser passivo onde só o educador transmite o conhecimento, mas essencialmente quando o estudante pesquisa, realiza experimentos, tenta e troca conhecimentos com o educador.”, concluiu a Gerente.

Texto e Fotos: Instituto Dom Bosco São Paulo - SP 


 

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle

Praça Coronel Fernando Prestes, 233

Fone (11) 3329-7999 

Bom Retiro - São Paulo - SP

CEP 01124-060

Cadastre-se e receba nossas notícias

© 2015 Instituto Dom Bosco - Bom Retiro. Todos os direitos reservados